A caixa das Lembranças

Estava procurando um estojo entre a minha coleção de mochilas, quando me recordei daquela caixa. Ali eu guardava muitas lembranças. Resolvi abrir e rever tudo que eu já tinha passado. 

Antes como eu não tinha computador, muito menos Blog. Eu tinha mais de oito agendas e diários. Sempre gostei dessas coisas pelo o que eu pude me recordar. A diferença agora é que eu escrevo e tenho leitores.
Encontrei até uma foto minha de quando eu era loira. AH! Essa caixa, eu estava tão tristonha e quando comecei a ler cartas de amigos eu fui me sentindo mais confortada. Eu encontrei um poema antigo meu que tem como título: Amor sincero.
Não consigo entender por que eu fiquei tanto tempo sem escrever. 
Eu sempre gostei de escrever e tinha parado e agora graças ao Blog, eu voltei a escrever.
Cartões telefônicos e de celulares. Pra quem eu ligava? Sei - lá. Faço a mínima ideia.
Encontrei um exercício de geografia da 7ª série. Yasmin me perdoe, mas eu vou colocar aqui. 
1)      Porque a China de afastou da União Soviética?
 
R: Porque eu amo Higor e ele nem me nota, tento esquecê-lo e não consigo tanto que a china se afastou da união Soviética e Higor continua na mesma sem notar a garota que gosta dele de verdade.
 
2)      Descreva a situação Política (futuro) de cada um dos tigres asiáticos.
R: No futuro eu não sei, só sei que agora a situação é crítica porque eu amo ele e ele nem sabe, nem percebe. E se percebe eu não sei. Só sei que o que eu sinto por ele é amor de verdade. 
     
O mais engraçado eu encontrei um cadernos de perguntas meu de quando eu tinha 13 anos.
Eu respondia que a minha matéria preferida era matemática. Bom na caixa havia de tudo um pouco.
Cartas de amigos que nunca mais eu vi, desenho do meu primeiro namorado que eu desenhei ele ficando com um troço muito feio. Objetos de recordações como pulseiras, e outras coisas...
O pior de tudo era que um menino que gostava de mim. Tinha me dado duas cartas e um livro, e de tanto eu não gostar desse menino, eu não li o livro e guardei na caixa das lembranças. Hoje que eu fui ver que era um livro de poemas. Agora vou ler. 
A maioria das cartas era de uma (menina X eu). Agente se comunicava por cartas. Ela gostava do mesmo garoto que eu quando tínhamos 13 anos.
Muita das cartas também é de uma amiga minha de infância, 11 anos que a conheço. Hoje em dia não tenho muito mais amizade com ela. Ficaram apenas as recordações. Cartas de vários outros amigos também, muitas mesmo como podem perceber. 
Na verdade eu nem abri as agendas e os diários. Não quero lembrar-me do que passou. O que eu tiver que lembrar, eu não irei esquecer. Guardo essa caixa como lembranças de coisas até os meus 15 anos. Somente até aí, depois disso nunca mais escrevi. Nunca mais escrevi textos, poemas. Mas hoje com 17 anos eu escrevo aqui, no meu querido Blog.
 
The End...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

10 comentários:

Lustosa disse...

poxa...em resposta ao seu coment...desista não...conquiste-a

Fernanda Valente disse...

ah, tenho uma caixa dessas também. Nem abro. rs. cartas e mais cartas de amigos... se eu juntar tudo, vira livro. Bem que é uma ótima ideia né? Eu deveria ter uns 15 anos... interessante!
eu falo que me identifico contigo... rs. Acho que eu era vc aos 13, 15... adorva escrever, não parava... quer dizer, nunca parei.
um beijo.

cн૯ℓуηнα disse...

Todos temosrecordaçoes do passado,pode ser fotos mensagens ou até poemas mais sempre lembraremos do dia em que tudo eram apenas flores...
Bjusss

Ariiana disse...

Não, eu também lembro dos espinhos. Lembros das mancadas para nunca mais as comete-las

Inez disse...

Putz essas caixas de lembranças nos trazem tantas recordações, eu tenho duas cheinhas de coisas da minha infância e adolescência.

Anônimo disse...

Eu também tenho uma caixa dessas e de vez em quando é bom abri-la e lembrar de como tudo era lindo e horrível também!! Não pare de escrever!!!

Bjs

slash'ees disse...

Nostalgia :D

Tenho algumas boas recordações, mas nada demais, passei por mals bocados xD

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


TE SIGO TU BLOG




CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...


AFECTUOSAMENTE:
ARIANA BRAGA


DESEANDOOS UNAS FIESTAS ENTRAÑABLES OS DESEO FELIZ AÑO NUEVO 2010 Y ESPERO OS AGRADE EL POST POETIZADO DE LA CONQUISTA DE AMERICA CRISOL Y EL DE CREPUSCULO.

José
ramón...

Mércia disse...

Adorei o blog, lindooo..
também tenho minhas caixinhas com recordações,as vezes choro de saudades, são muitas lembranças.

Yasmin Cassano disse...

Nossa, tempo muitoo boom!

da União Sovieétiica.
Até sonhei com elee! Culpa sua! rsrs²

Postar um comentário